20 de novembro de 2007

Jornalismo vs. Assessoria

Alunos do curso de Ciências da Comunicação, particularmente das áreas de jornalismo e assessoria, eis os vossos futuros 'combates'. Só esperamos que os assessores sejam um pouco diferentes, sim?
Uma caricatura engraçada que ilustra muito daquilo que nos dizem. O Gato Fedorento é um bom meio para qualquer assunto.

11 de novembro de 2007

Eh Marine

Não podia ficar indiferente a este video. Das coisas mais estúpidas que já vi com 6 segundos apenas. É mesmo estúpido e de morrer a rir. Se tens conversas no msn com a camâra web ligada e tens irmãos, este video é um aviso para ti... :-P

4 de novembro de 2007

Amélie Poulain



Peço desculpa aos que já estão cansados de me ouvir falar da Amélie, mas não podia deixar de mostrar, mais uma vez, como esta menina-mulher - ainda que fictícia - acabou por me influenciar. Um filme, sim. Mas tudo deve servir para melhorarmos a nossa forma de estar na vida.

Amélie é uma mulher incrível que não deixou que a sua visão crescesse. Num corpo de mulher e com o olhar de uma criança, Amélie Poulain procura um objectivo para a sua vida, procura algo que realmente queira. Solitariamente, repara em coisas que passam despercebidas à maioria dos mortais. Solitariamente procura estar, por ter receio das relações com as pessoas, esses seres tão estranhos! ;-)

Mas Nino aparece e com ele aparece algo que fala mais alto que o receio. Adivinhem lá o quê...

2 de novembro de 2007

O Paraíso


Um sonho... Resguardada do mundo. Com a Natureza e pouco mais. Respirar fundo todas as manhãs e sentir-me selvagem. Quero despir-me da civilização.

30 de outubro de 2007

"A Outra Margem"



A estória de um travesti e de uma criança com trissomia 21.
A estória de um homem que não é aceite pela familia por causa de algo que não consegue combater, algo que não escolheu.



A força de um rapaz que tem um sonho e uma grande vontade de o realizar.



Uma estória com cenários de encantar, mas acreditem que são reais... Eu cresci com eles. Infância feliz, não é? :-D


Num cinema perto de si...

20 de outubro de 2007

Quando chegará este dia?

13 de outubro de 2007

I only ask of God



Com o "videoclip" alterado mas muito mais real, eis a música que tem sido ouvida por muitos mas escutada por poucos. Esta música devia ser um hino para toda a gente. Devia ser levada a sério, devia ser cantada pelo Mundo! Mas a maioria pede o contrário, a maioria pede a Deus para esquecer que estas "coisas" realmente existem e acontecem constantemente, para assim poder dormir em paz....

4 de outubro de 2007

Inflatable, Bush



Esta música já tem cinco anos, alguém diria? Isto porque continua incomparável. Há qualquer coisa que nos toca e que faz com que nunca nos cansemos de a ouvir.
Dos grandes Bush, eis uma grande música...

28 de setembro de 2007

Underneath it all, No Doubt


Uma música leve e bonita. Faz lembrar bons momentos e boas pessoas. :-D

O Grão


Há pessoas que se contentam com pouco. Contentam-se com o pouco que lhes queiramos disponibilizar, contentam-se com um sorriso e uma palavra de carinho. Há pessoas que se contentam por saber que viverão o dia de amanhã e que sobreviveram ao de hoje. Essas pessoas sorriem. Essas pessoas dão a mão a quem lhes sorri e, apesar de não terem nada, enriquecem-nas. Pois não deve haver maior riqueza, maior realização do que tentar melhorar alguma coisa. Mesmo que pouco se possa fazer, pelo menos esse pouco será feito e então pelo menos fez-se, pelo menos melhorou-se um bocadinho o mundo. Se todos o tentassem ele melhoraria com certeza.
Contrariamente ao que se pensa, hoje ainda há pessoas que o fazem. Pessoas que partem à procura desse enriquecimento humano e espiritual. A vontade de ser útil, a vontade de ajudar ainda existe. E não está longe. O Grão é uma instituição formada por jovens universitários e recém licenciados do Porto, com valores católicos e centrados no voluntariado que prova a existência dessa mesma vontade de ajudar. No Grão, os jovens encontram a possibilidade de procurar e de semear sorrisos noutro continente, aquele que mais precisa: África.

Babar

Para reviver aqueles momentos tranquilos, os momentos de puro encanto em que tudo era simples e perfeito, nada melhor que o Babar. O Babar acalma e faz sorrir. Mas o Babar deixou de dar na televisão... :-(

De volta!

Antes de postar o que quer que seja, queria pedir desculpa às pessoas que visitavam o meu blog na esperença de encontrar algo novo periodicamente. Antes disso, tenho ainda de agradecer por visitarem o meu blog! Não esperava ouvir tantas reclamações à minha falta de postagens... :-D
Vou tentar estar mais atenta ao meu cantinho de forma a que se sintam mais bem recebidos.

13 de maio de 2007

A verdadeira religião d' "O Memorial do Convento"

Padre Bartolomeu, Blimunda e Baltasar são os verdadeiros religiosos. Isto se considerarmos a religião na sua essência e não enquanto aparência e aparato. A ingenuidade, pureza e simplicidade dos amantes aliadas ao desejo de liberdade criativa do padre Bartolomeu possibilitaram a luta persistente pelo mais nobre dos ideais: o Sonho! A eles se entregaram e nele sempre tiveram fé e esperança - essa é a verdadeira religião. A eles pouco interessava se Deus era uno ou trino em pessoa, a meu ver é trino em essência: Bartolomeu, Blimunda e Baltasar, a sonhadora Trindade, o Bem supremo do Universo.
Fosse toda a gente tão devota quanto eles e as igrejas estariam vazias. Fossem todas as pessoas crentes e haveria mais brilho nos olhares, mais sorrisos nas almas e menos medo da morte. Talvez tudo isto fosse possível se a instituição Igreja, suposta representante de Deus na Terra, não reprimisse o seu âmago.
A Igreja esteve no seu pior quando se fez munir da "Santa" Inquisição para castigar e "sacrificar" as ovelhas tresmalhadas porque Deus disse: "Perdoai-vos como eu vos perdoei". Esta Igreja esteve sempre do lado de quem mais precisava: os reis e os nobres, deixando de parte a massa popular que, como dizia Principal Sousa em "Felizmente Há Luar" de Luis de Sttau Monteiro, sujavam com as mãos imundas as suas vestes clericais, pois Deus disse "Amai o próximo como a vós mesmos". Quando se sentia ameaçada e interrogada, quando as suas acções eram postas em causa, a Igreja chamava-os de hereges e deixava-os arder numa fogueira até que os seus corpos fossem totalmente consumidos pelas chamas para que "o cheiro a carne assada" chegasse aos narizes de quem ousasse saber mais. Mata-se e castiga-se em nome de Deus porque Ele disse: "Não invocar o nome de Deus em vão".
Se não existissem verdadeiros religiosos, permaneceríamos nas trevas, nunca teríamos tocado o céu, mas faríamos todos parte do Rebanho.

28 de abril de 2007

My sweet prince

Porque afinal ele existe... ;oD

27 de abril de 2007

Amarante


Entre serras te escondes, lindo canto acolhedor...
Ensinaste-me a ser eu, ensinaste-me o que é sentir saudades de uma terra. Ensinaste-me a viver e protegeste-me dos cosmopolitismos crueis, da solidão das metrópoles. Só semeaste sorrisos e cumplicidade no meu coração...
Hoje sinto falta de ver, todos os dias, os rostos conhecidos. Sinto falta dos olás que, de tão abundantes, me cansavam.
Sinto falta do sol que ilumina as pequenas ruas, que faz com que nasça das àguas do nosso rio uma nova cidade. Sinto falta do cheiro a terra molhada nos dias de chuva. Sinto falta de qualquer coisa que te pertença.
Amo-te de alma e coração minha Amarante!
27/04/07

26 de abril de 2007

Gotan Project

Milonga de Amor

A libertação do corpo e da alma




A música e o corpo: a perfeita fusão. Dançar ao sabor do som envolvente. Fechar os olhos, deixar-me levar... Nada mais existe para além da música e do meu corpo que a acompanha. E danço, danço até à exaustão em passos que só eu compreendo. Danço para me libertar de tudo. Há quem corra, há quem grite, há quem chore, há quem bata nos outros, eu danço...

A fome... dos outros!

Sei que não compreendo ainda a profundidade das coisas, mas vejo-a. Quero continuar sem compreender, pudesse eu nem sequer a ver. Significaria que ando distraída... Andar distraída é a melhor maneira de ser feliz. Só vemos as coisas que se esbarram connosco, as outras passariam despercebidas, as tristes. É tão melhor olhar para cima... Olhar em frente faz pensar, compreender a dor do mundo. Nesses momentos daria tudo para ser fria e egoísta. Assim a dor dos outros seria só deles e deixa-me-ia a mim em Paz!
Ah, se não me faltasse a coragem... Mas cresci e hoje sou cobarde. Porque é mais cómodo sê-lo. E assim, continuo a esforçar-me para não olhar em frente.
09/02/07


Sonhos Caídos

Porque a suspensão do ar
Se apoderou da minha alma...
A firmeza, a certeza,
Não moram já aqui.
Sonhos caídos e tristezas
Vertidas em folhas de papel,
Que não caem,
São hoje a minha vida.
Lutar? Sonhar? Para quê?
Houve, um dia, quem o fez por mim,
Por nós...
Por isso, fico aqui, assim,inútil.
Para quê mudar? Para quê mexer?
Está tudo tão bem assim.
Tédio simpático.
Somos fracos? Não.
Chamemo-nos antes pacíficos,
É mais bonito, mais credíivel.
E assim se engana,
Conscientemente,
Toda uma Humanidade.
12/03/07